fbpx
Dia da mulher – entenda porquê 8 de março e seu significado

Dia da mulher – entenda porquê 8 de março e seu significado

Saiba mais sobre esse dia tão importante para a representatividade feminina

Hoje, dia 8 de março, comemora-se o Dia Internacional da Mulher. E a maioria das pessoas nem sabe ao certo o porquê essa data existe e seu significado. Certamente, 8 de março não se trata apenas de homenagear as mulheres, mas também de entender toda a história que existe por trás da luta feminina.

Oficializada pela ONU no ano de 1975, essa data já era celebrada desde o início do século XX. Apesar de hoje lembramos a data como um pedido de igualdade entre os gêneros e com protestos ao redor do mundo, é preciso saber que sua raiz é trabalhista.

A origem

A ideia de criar um dia para as mulheres surgiu no final do século XIX e início do século XX nos Estados Unidos e na Europa, em meio as lutas femininas por melhores condições de vida e de trabalho, e também pelo direito ao voto.

A escolha da data para celebrar as mulheres tem algumas explicações históricas. Contudo, no Brasil, é muito comum relacioná-la ao incêndio que ocorreu em 25 de março de 1911 na fábrica Triangle Shirtwaist, quando 146 trabalhadores morreram, sendo 125 mulheres e 21 homens (na maioria judeus).

Representatividade importa sim!

via GIPHY

Com isso, e para celebrar as conquistas femininas, trazemos algumas mulheres reconhecidas mundialmente pelos seus feitos no mundo dos esportes, sendo um ambiente muito dominado pelo sexo masculino.

1. Marta

via GIPHY

Marta Vieira da Silva, é uma das jogadoras de futebol mais conhecidas no mundo. Escolhida como melhor futebolista do mundo por seis vezes, sendo cinco de forma consecutiva, a atacante foi considera um dos 100 brasileiros mais influentes pela Revista Época no ano de 2009.

Além disso, Marta se tornou a maior artilheira da história das copas do mundo de futebol feminino, com 15 gols, e também se tornou a maior artilheira da história da seleção brasileira (considerando masculina e feminina) com 101 gols.

2. Leticia Bufoni

via GIPHY

Letícia Bufoni e Silva é uma skatiska nascida em São Paulo. Começou sua carreira muito cedo, com 9 anos, e se mudou para os Estados Unidos com apenas 13 anos para se profissionalizar.

Participou em 12 vezes nos X Games, conquistando 7 medalhas, sendo 3 ouros, 2 prata e 2 bronze. Em 2018, Letícia conquistou segundo lugar no campeonato mundial de skate street.

3. Cris Cyborg

via GIPHY

Cristiane Justino, mais conhecida como Cris Cyborg, é uma lutadora de brasileira de MMA. Sua carreira se iniciou em 2005, com apenas 19 anos. Com um total de 23 lutas, Cyborg possui 20 vitórias – 17 por nocaute, 3 por decisão e uma por finalização – e apenas 2 derrotas.

4. Hortência

Hortência Marcari foi uma das maiores jogadoras de basquete do mundo. Nascida em Potinrendaba, em São Paulo, entrou para o Hall da Fama do Basquetebol Feminino, dos Estados Unidos em 2002, e o Basketball Hall of Fame em 2005.

É também a maior pontuadora da história da seleção, com 3.160 pontos marcados, em 127 partidas oficiais, disputando 5 mundiais e duas olimpíadas.

Hoje é o dia de celebrar todas as mulheres que lutaram e ainda lutam por um mundo com mais igualdade.

Siga-nos nas redes sociais: facebook (@twodogs) e instagram (@twodogsoficial)

ESQUECEU A SENHA ?
Perdeu sua senha? Por favor, digite seu nome de usuário ou endereço de e-mail. Você receberá um link para criar uma nova senha por email.
Nós não compartilhamos seus dados pessoais com ninguém.
×

Carrinho

JÁ VAI SAIR ?!

Antes disto você poderia deixar o seu contato, assim podemos te mandar conteúdos exclusivos e muitas promoções!